segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Eu continuo porque a chuva não cai só sobre mim...

Mas olha só meu bem, veja bem a situação... Reparou na posição em que você me colocou? Tentando não te parecer novidade, me tornei prioridade, e agora o que eu vejo é o contrário do que você está tentando mostrar. Pode ser teu jogo, percebi que você gosta de brincar com fogo, mas talvez o que você não sabia é que nessas brincadeiras eu sempre sou água e nunca dou corda pra chama, faísca ou labareda alguma. Mas agora eu quero ver o fim de tudo isso, quero ver até onde as tuas cartas vão, e se mais uma vez você ficar só, com medo e se dizendo na solidão, perdão, mas meu tempo e paciência ocupado estarão; e quem vai te curar desse vício? Me desculpe ser tão rude, mas não serei eu. (Raíssa C. Momesso)

5 comentários:

  1. Demais amoor . *-------*
    by: GaabiCandido

    ResponderExcluir
  2. Um verdadeiro balde de água fria, adorei! hehehe ;**

    ResponderExcluir
  3. Bravo! Bravo! Acho que está se encontrando, né?
    Bjs*

    ResponderExcluir
  4. Belo espaço, belo BLOG

    PARAbéns!!!

    Acesse meu BLOG, meu espaço...

    http://mailsonfurtado.blogspot.com

    E conheça um pouco mais do que escrevo...

    ResponderExcluir
  5. Incisiva, precisa, definitiva!
    Gostei muito
    Parabens, uma delicia de ler.

    bjo

    ResponderExcluir